Desde 2006 trabalho para uma empresa que faz projetos para o segmento médico e odontológico. Entre os trabalhos desenvolvidos estão cartões de aniversário, cartões de natal, cartões de visitas, calendários, imãs de geladeira, etc.

Por exemplo, desenvolvi esse cartão de aniversário abaixo. Recebi o pagamento por esse serviço e assinei um contrato de “Licenciamento de imagem limitando o uso da mesma para “Cartão de aniversário”. Isso significa que a empresa só poderá fabricar cartões de aniversário com essa imagem.


 

Como o cartão fez sucesso, o cliente decidiu fazer mais um produto com essa imagem. Dessa vez, ele produziu um calendário de bolso com a ilustração.


Recebi um novo pagamento, dessa vez pela utilização da arte em calendário de bolso. Assinei um novo contrato, especificando a utilização da imagem e limitando o uso para calendário de bolso. Logo depois, o cliente pediu para usar a imagem num calendário de mesa e, mais uma vez, recebi um novo pagamento e fiz um novo contrato.

A imagem trouxe um bom lucro para o cliente e, por isso, ele quis utilizá-la em vários produtos. Como autora da imagem, também participei desse sucesso, recebendo um novo pagamento.

Veja bem, cada vez que um designer faz um trabalho e assina um contrato de Cessão Total de Direitos Autorais, ele perde a propriedade da imagem, transferindo-a para o cliente. Dessa forma, quando o cliente quiser utilizar aquela imagem para desenvolver outros produtos, ele poderá fazê-lo sem pagar nada para o designer criador da imagem.

Se uma arte faz sucesso e o cliente obtém lucro através dela, é justo que o designer, autor da arte, também participe desse sucesso, recebendo seus direitos autorais, não acha?

Surpreendentemente, fiquei sabendo que a maioria dos designers que trabalham para essa empresa não se preocupam com os contratos que assinam, transferindo para o cliente a propriedade das suas ilustrações…



E então? Até quando você vai continuar assinando contratos de Cessão Total de Direitos Autorais? Vai mudar sua postura, ou vai continuar reclamando que o mercado não valoriza o seu trabalho?


SAIBA MAIS SOBRE DIREITOS AUTORAIS

Direitos Autorais SIB: http://bit.ly/1IAaOgp

Código de Práticas Comerciais SIB: http://bit.ly/1L3Lhua

Orçamento Padrão SIB (Preservando Direitos do Autor): http://bit.ly/1FmzJTY

Você conhece seus direitos? http://bit.ly/1A2jHN6

Guia do Ilustrador: http://bit.ly/1HfyDqP